Prensa obreira

Os Sempre esquecidos, a exumação dos ninguém.

Miles de cadavres permanecem nas cunetas como testemunho de 70 anos de silêncio de morte.

Nao enterram cadavres, enterram semente

Seguindo os actos de recuperação da memória histórica a CNT compostela organiza uma charla, o dia 20 de Abril às 19:30 horas, no local sindical na rua garcia Prieto 24-28. Estará a cárrego do arqueólogo Andrés Crespo Prieto, pessoa que leva anos dedicados de esforço e tempo no tema da recuperação dos cadavres dos desaparecidos nas mãos nojentas e execráveis da repressão franquista na Galiza.

Teremos a oportunidade de falar, escuitar e partilhar a história dos esquecidos, escrita em sangue e vida. Pois a vida e a luita auto-organizada de estas gentes, uma revolução social próxima e possível, foi o que levou a que os fascistas tiveram tal medo no corpo como para recorrer a rasteiras tácticas de eliminação.

Não enterram cadavres, enterram semente!