Prensa obreira

Novo piquete da CNT às portas do julgado

  • Um novo piquete da CNT informou do conflito coletivo em Médicos Sin Fronteras
  • O ato teve lugar nos momentos prévios ao juízo

Piquete CNT julgado MSF

Na passada terça-feira, dia 26 de abril, um piquete organizado pela CNT Compostela esteve à portas do Julgado compostelano a informar aos vizinhos e vizinhas compostelanas acerca do conflito coletivo interposto contra Médicos Sin Fronteras.

O conflito coletivo foi interposto pela secção sindical da CNT em MSF solicitando a nulidade da cláusula de produtividade imposta pela OND em todos os contratos que celebra. O juízo, finalmente, foi adiado.

Fontes da secção sindical indicam que a cláusula é abusiva entre outras cousas «porque não é objetiva, o desempenho imposto não é razoável, o estabelecimento das condições para atingir os objetivos depende da planificação da empresa» e permite que no caso de não conseguir esses objetivos em três meses consecutivos possam ser despedidos.

A organização Médicos Sin Fronteras não deixa de acumular demandas, cada sanção a que é objeto o pessoal, o conflito coletivo, duas demandas por discriminação por razão de nacionalidade e pela modificação unilateral das condições dos contratos.

Piquete CNT julgado MSF

Piquete CNT julgado MSF